sábado, 30 de janeiro de 2010

Walt disney

Finalmente vou falar do cartoonista mais conhecido do mundo, Walt Disney.

Walt Disney nasceu no dia 5 de dezembro de 1901, em Chicago, nos Estados Unidos. Walt demonstrou, desde muito novo, interesse pela arte. Para fazer dinheiro extra, vendia com frequência, desenhos aos seus vizinhos. Estudou arte e fotografia, tendo ingressado na High School de McKinley, em Chicago. Em 1918, durante a primeira grande guerra, Disney tentou alistar-se no serviço militar mas foi rejeitado devido a ter, na época, apenas 16 anos de idade. Walt ofereceu, então, os seus préstimos à Cruz vermelha, tendo sido enviado para França, onde permaneceu um ano guiando uma ambulância a qual, em vez de ostentar uma camuflagem normal, Walt Disney criou Mickey Mouse em 1928 para competir com o sucesso do Gato Félix. O rato, desenhado a partir de uma série de círculos, provou ser ideal para o desenho animado e se tornaria o personagem de maior sucesso dos estúdios Disney. Nessa época, a produtora passou a ser mais bem organizada: Roy cuidava da parte financeira, Walt produzia e dirigia, e Iwerks desenhava-a por desenhos seus.


Mickey Mouse

A personagem Mickey nasceu a 18 de novembro de 1928, e a sua reprodução vocal (dubragem) era desempenhada pelo próprio Walt Disney (entre 1928 e 1946). Evoluíu de um simples personagem de cartooning e tiras cómicas para um dos personagens mais conhecidos do mundo. Depois de Walt Disney, foi James G. MacDonald que assumiu a vocalização do Mickey e em 1977 Wayne Allwine, um aprendiz de James G. MacDonald que foi a voz do Mickey até a sua morte em 2009. Atualmente o Mickey é dublado por Bret Iwan.

Transformaçoes de Mickey Mouse ao longo dos anos.



O primeiro desenho sonorizado foi Steamboat Willie, de 1928. Surgiram, em seguida, outros personagens para contracenar com o famoso rato: Minnie, Pato Donald, Pateta e Pluto.

video

De 1929 a 1939, Disney produziu uma série de desenhos chamada "Silly Symphonies"(Sinfonias Tontas), a primeira colorida. Mickey estrelava nesses filmes ao lado das novas personagens. O desenho "Flowers and Trees", dessa série, recebeu o primeiro Óscar para um desenho animado. Infelizmente, Pot Powers, um dos maiores sócios de Walt, manipulou o valor dos bilhetes para enriquecer. A jovem empresa Disney prosseguiu, um pouco empobrecida, mas Walt tinha uma carta na mão: o primeiro longa-metragem sonoro e em cores.

A primeira longa- metragem

Walt Disney pretendia fazer um longa-metragem da clássica história Branca de Neve. Houve protestos por parte da equipa, mas o filme foi feito. Após três anos de produção, desenho e músicas, o filme estreou.



Branca de Neve gerou fundos necessários para a construção de um novo estúdio e foram criadas novas longas-metragens: Pinóquio, Fantasia e Bambi.Os tempos de lucro não duraram muito, devido à Segunda Guerra Mundial. Com a entrada dos Estados Unidos na guerra, Disney foi convidado pelas Forças Armadas para produzir desenhos animados de treinamento para os soldados. Em seguida, começou a fazer filmes de propaganda militar, nos quais utilizava principalmente seus personagens mais conhecidos. Algum tempo depois, ajudou a criar a "Aliança do Cinema para a Preservação dos Ideais Estadunidenses", com o objectivo de combater o comunismo no meio artístico.

CINDERELA
Depois da guerra, Walt Disney viu a sua empresa arruinada, pois alguns dos seus filmes produzidos durante a guerra caíram em ruina e tiveram pouco lucro. Walt tinha uma única opção: ou fazia um filme ou vendia a empresa. Decidiu, assim, fazer o filme Cinderela, pois tal como Cinderela, Walt Disney foi da pobreza à riqueza. O filme foi um sucesso, pois se não tivesse sido a Disney deixaria de existir. Cinderela gerou riqueza para que a empresa continuasse.

Dez anos depois, produziu "Mary Poppins", uma mistura de desenho animado com personagens humanas. O filme concorreu ao Óscar em 14 categorias, levando cinco prémios, incluindo o de melhor actriz, para Julie Andrews, e o de melhor canção, por "Chim Chim Cher-ee". Disney produziu também diversos filmes para televisão, sendo ele próprio o apresentador do seu programa. Walt Disney faleceu no dia 15 de Dezembro de 1966, aos 65 anos, em Los Angeles, na Califórnia, vítima de cancro.

Ele dizia (e a sua esposa concordava): "Nunca liguei para as raparigas e continuo a não ligar. Amo Mickey Mouse mais do que qualquer mulher que já conheci."